Tendência Euribor Próximos 5 Anos: Qual a Previsão?

Tendência-Euribor--Próximos-5-Anos---Qual-a-Previsão-

Nos últimos tempos, é bem provável que já tenha ouvido falar das previsões Euribor, principalmente ao nível do aumento das prestações do crédito habitação, que se fizeram sentir em todo o país!

Esta taxa impacta diretamente os financiamentos imobiliários, pelo que é fundamental conhecê-la ao detalhe, a fim de conseguir identificar a tendência da Euribor para os próximos anos.

Se sofreu um aumento substancial na sua prestação, devido à subida das taxas Euribor, talvez seja oportuno avaliar opções no mercado para fazer uma transferência de crédito habitação.

Simulador de Transferência CH
  • Que crédito procura?
  • Enviar pedido!

Simulador de Transferência de Crédito Habitação

Simule a sua transferência de crédito habitação em poucos minutos e obtenha a proposta mais adequada!


100000
40
50000
40

O Que é a Euribor?

A Euribor, acrónimo de Euro Interbank Offered Rate, representa a média das taxas de juro a que os bancos da zona Euro emprestam fundos monetários, no mercado interbancário.

Esta taxa acaba por ter um peso extremamente relevante no que toca ao crédito concedido, já que serve de referência para variadas modalidades de financiamento, sejam créditos hipotecários ou empréstimos pessoais.

A Euribor é publicada diariamente pelo European Money Markets Institute, e qualquer pessoa poderá aceder às suas variações.

Poderá visualizar as taxas Euribor para os diferentes prazos – aqui.

Há diferentes maturidades relativamente aos prazos da Euribor, desde semanas até doze meses, sendo que em Portugal, os prazos mais utilizados sejam a Euribor a 6 e 12 meses.

Quando as taxas Euribor sobem ou descem, refletem-se nos empréstimos com taxas de juro variáveis.

Por exemplo, se a Euribor aumenta, as suas prestações mensais do crédito à habitação podem subir, a menos claro, que tenha uma taxa fixa.

  • Euribor 1 semana: indicativo da liquidez a curto prazo.
  • Euribor 1 mês: revela tendências a muito curto prazo.
  • Euribor 3 meses: usada com mais frequência para contratos e fundos.
  • Euribor 6 meses: a referência mais habitual para empréstimos.
  • Euribor 12 meses: fornece uma visão mais a longo prazo.

Para acompanhar as mudanças e planear futuros investimentos e financiamentos com confiança, compreender a Euribor é essencial.

Como Calcular a Euribor?

A Euribor, como vimos anteriormente, representa a média das taxas de juro a que os bancos da zona do euro emprestam dinheiro entre si e, é calculada com base numa metodologia específica.

Primeiramente, são selecionados os bancos de maior relevância no contexto económico europeu.

Após essa seleção, as instituições financeiras são instruídas a informar, diariamente, as taxas a que estariam dispostas a emprestar fundos a outros bancos, sem garantias e por um prazo determinado.

  • Dados analisados: No cálculo, são excluídas tanto as taxas mais altas quanto as mais baixas, optando-se pela média das restantes, o que acaba por se refletir numa melhor representação real do mercado.
  • Frequência: Este processo ocorre todos os dias úteis e, resulta na taxa Euribor do dia.

A influência do BCE é notável nas taxas Euribor, pois as suas políticas monetárias impactam diretamente as taxas de juro e, consequentemente, a Euribor. Um aumento das taxas pelo BCE tende a elevar a Euribor e vice-versa.

Por fim, é vital acompanhar as decisões e comunicações do BCE para antever tendências na Euribor, que podem eventualmente afetar os seus compromissos financeiros.

Se sente que estas variações podem impactar negativamente as suas finanças pessoais a longo prazo, talvez seja sensato considerar um empréstimo habitação com uma taxa fixa, ou até mista, que o proteja das atuais volatilidades.

Qual a Tendência da Euribor nos Próximos 5 anos?

Nos próximos cinco anos, as previsões indicam um panorama de maior volatilidade e variação para a euribor.

A taxa, poderá ser fortemente influenciada por variáveis económicas e políticas. Estas previsões são meramente indicativas, sendo impossível prever a que valores se poderá encontrar a Euribor no futuro.

Como Analisar a Previsão da Euribor Para os Próximos Anos?

Para avaliar a tendência da euribor, deve considerar a política monetária do Banco Central Europeu (BCE), bem como as taxas de inflação praticadas e, claro, a saúde económica global.

 Análises recentes sugerem que a Euribor se mantenha num patamar acima dos 3%, até 2025.

O comportamento da inflação na zona euro tem um papel determinante nesta previsão, uma vez que taxas mais altas de inflação podem levar a que o BCE aumente as suas taxas de juro para conseguir controlar a inflação.

As oscilações podem representar oportunidades para uns, e riscos para outros. Dessa forma, manter-se informado é fundamental para conseguir tomar decisões mais conscientes.

Como Fazer a Previsão da Euribor Para os Próximos Anos, Antes de Pedir o Crédito Habitação?

Antes de solicitar um crédito habitação, é crucial avaliar, ou pelo menos tentar, a previsão da Euribor, já que poderá sentir flutuações significativas nas suas prestações mensais.

Comece por consultar instituições financeiras ou o Banco de Portugal para obter estimativas recentes da Euribor ou, recorra a um intermediário de crédito autorizado e regulado pelo Banco de Portugal.

Com a ajuda de um profissional de intermediação de créditos, terá toda a ajuda e apoio durante todo o seu processo de pedido de novo crédito, ou de transferência, caso já tenha contraído o seu empréstimo habitação no passado.

Ao realizar várias simulações, em entidades bancárias distintas, poderá utilizar os valores propostos para encontrar um valor mais realista para os valores que pretende financiar.

Por exemplo, caso esteja a considerar adquirir a sua habitação recorrendo a um financiamento de 200.000€, com um spread de 0.8%, deverá verificar qual o impacto que teria mensalmente com as variações da Euribor.

Para proteção contra oscilações inesperadas, alguns bancos oferecem a opção de taxas fixas por um período do empréstimo. Embora esta opção possa ter um custo inicial mais elevado, certamente irá proporcionar-lhe uma maior estabilidade financeira!

Lembre-se sempre que, todas as previsões da Euribor não são garantidas, mas podem ajudar a preparar-se para um futuro financeiro mais estável ao tomar uma decisão tão importante quanto a escolha do seu crédito habitação.

Já Tenho Um Crédito Habitação: Como Proceder Com a Subida da Euribor?

A Euribor encontra-se atualmente em ascensão, o que pode significar um aumento nas suas prestações.

É importante entender quais as opções disponíveis para conseguir manter a sua estabilidade financeira durante períodos mais voláteis e de maior variação da Euribor.

Quais as soluções para minimizar o impacto da subida?

Para fazer face ao aumento da taxa de juro Euribor, tem disponíveis diversas estratégias, tais como:

  • Revisão do seu contrato atual: Verifique as condições do seu contrato de crédito habitação, tendo especial atenção ao spread contratado, sendo que já existem opções no mercado com spread a 0%!
  • Planeamento Financeiro: Ajuste o seu orçamento familiar para que consiga prever a sua capacidade para acomodar aumentos. Este ajuste pode passar por reduzir algumas das suas despesas mensais ou, por outro lado, aumentar as suas fontes de rendimento.
  • Optar por uma taxa de juro fixa: Pode considerar mudar para uma taxa de juro fixa, se disponível, para maior previsibilidade nas suas prestações.
  • Amortização do crédito: Efetuar amortizações adicionais, para além do pagamento regular das suas prestações, irá ajudá-lo a reduzir o capital em dívida, diminuindo assim o impacto do aumento da Euribor nas prestações futuras.

Lembre-se de que cada solução deve ser avaliada com base na sua situação financeira e nas suas necessidades pessoais.

Talvez tenha interesse em: